Itaú abre programa de desligamento voluntário para grupo restrito de colaboradores

Publicado por:Rogerio Novaes

Colaboradores devem estar afastados por período acima de 30 dias, ter mais de 60 anos e/ou atuar em certos cargos em áreas que terão estrutura adequada

O Itaú Unibanco comunicou nesta manhã (17) a abertura de um Programa de Desligamento Voluntário (PDV) para todas as empresas controladas exclusivamente pelo Itaú Unibanco Holding S.A. no Brasil.

Segundo o banco, o programa envolve um grupo restrito de colaboradores elegíveis “e tem como objetivo dar aos interessados em deixar o banco a oportunidade de uma transição de carreira segura”.

Para aderir ao programa, os colaboradores devem se enquadrar em um ou mais critérios como: estar afastados por um período superior a 30 dias, ter mais de 60 anos e atuar em determinados cargos em áreas que terão sua estrutura adequada à realidade do mercado.

“A adesão ao PDV é totalmente voluntária e oferecerá pacotes que incluem o pagamento de salários adicionais e a manutenção de alguns benefícios por período determinado. Os elegíveis poderão aderir ao PDV a partir do final do mês de março de 2022”, informou a instituição.

Mais de R$ 26 bilhões de lucro em 2021

Com lucro líquido de R$ 26,879 bilhões em 2021 (aumento de 45% em relação ao ano anterior), o Itaú segue um movimento de fechamento de agências físicas, com redução dos funcionários nessas unidades e, consequentemente, sobrecarga dos trabalhadores e trabalhadoras. Lucrando tanto, o banco deveria investir em mais contratações e garantias de condições de trabalho.

Fonte: InfoMoney com edição: Imprensa BancáriosRP

Relacionados

Instagram Post Photo Collage Minimalist Neutral Moodboard Grid Design (84)
PLR na conta: como fica o imposto de renda
Instagram Post Photo Collage Minimalist Neutral Moodboard Grid Design (76)
Sindicato abre o Processo Eleitoral 2024
Instagram Post Photo Collage Minimalist Neutral Moodboard Grid Design (64)
Instagram Post Photo Collage Minimalist Neutral Moodboard Grid Design (61)
PLR: Alguns bancos já anunciaram data de pagamento
STF
STF veta demissão imotivada de empregados públicos