Bancários do Banco do Brasil paralisam o CRBB por uma hora em Ribeirão Preto

Publicado por:Rogerio Novaes

O ato fez parte de um movimento nacional que visa sensibilizar o BB a atender as reinvindicações constante no Artigo 37 da Minuta apresentada ao banco.

Na tarde desta quarta-feira, (10) o CRBB de Ribeirão Preto teve suas atividades paralisadas. Os funcionários desligaram seus terminais de atendimento, vestiram-se de preto e cruzaram os braços por uma hora. Os trabalhadores se mantiveram de fora do prédio, onde os dirigentes sindicais estenderam faixas por mais contratações e melhores condições de trabalho.
O presidente do Sindicato dos Bancários de Ribeirão Preto e Região, Ronaldo Silvino considerou relevante a disposição e a participação dos trabalhadores, que cruzaram os braços como parte de um movimento nacional que busca sensibilizar o BB a negociar os pontos do artigo 37 da Minuta de Reinvindicações entregue ao banco.
“O sucesso da paralisação é fruto da insatisfação dos bancários às normas para remoção ou transferências para outras áreas, a necessidade contratação para o preenchimento das vagas disponíveis, além de outras questões destacadas no Artigo 37 (veja abaixo) na minuta de reivindicações entregue ao banco” finaliza Silvino.
O CRBB foi desligado por uma hora

Íntegra do ARTIGO 37 da Minuta de Reivindicações dos Bancários do Banco do Brasil:

ATENDENTES DE CENTRAL DE RELACIONAMENTO E SERVICO DE APOIO AO CLIENTE DO Banco do Brasil (CRBB e SAC) – CARREIRA E TRAVA DE TEMPO PARA CONCORRÊNCIA E COMISSIONAMENTO – Não haverá prazo mínimo para concorrência a remoção automática de escriturário da CRBB e SAC para outras áreas do BANCO e o prazo máximo para ascensão profissional será de 01 (um) ano para qualquer concorrência a funções comissionadas.

Parágrafo 1º: Pagamento do valor de 55 % (cinquenta e cinco por cento) do VP A1 + gratificação semestral do A1, como gratificação de função para os Atendentes, conforme Cláusula 8ª do ACT do Banco do Brasil;

Parágrafo 2º: Aumentar o número de funcionários nas CRBB, conforme item 5.2 do Anexo II da NR-17, a fim de reduzir o número de Atendentes por equipe para um melhor gerenciamento, preenchimento das vagas disponíveis e promoção da ascensão interna, temos como número mínimo a dotação de 2013.

Parágrafo 3º: O Banco do Brasil cumprirá o disposto na Norma Regulamentadora NR 17 para os atendentes das centrais de atendimento, demais centrais de teleatendimento e mesas de crédito e promoção de produtos que se instalarem nas agências, superintendências e outras unidades do BB, incluindo as agências do Modelo Digital.

Parágrafo 4º: O Banco do Brasil promoverá alterações nas instruções normativas sobre CRBB/SAC, com a previsão de:
I – Criar restrição de horário para atendimento do transbordo de chamada.

II – Incluir normas de regulação de escalas de pausas que visem intervalos coerentes com a demanda do atendimento, e não do fluxo de ligação.

III – Normatização da pausa estresse

IV – Combate a normas de atendimento que visem a aceleração do trabalho, estabelecendo um intervalo mínimo entre ligações de 30 segundos.

V – Horário de atendimento condizente com o cumprimento da jornada de trabalho.

VI – Normas de regulação de escalas de pausas que visem intervalos coerentes com a demanda do atendente, e não do fluxo de ligações.

VII – Combate a impactos negativos nas avaliações de funcionários por decorrência de falhas de sistema.

VIII – Modificação dos sistemas com objetivo de reduzir a redigitação e redundâncias que podem ser geradores de LER/DORT.

IX – Comunicação e capacitação imediata em caso de quaisquer alterações em sistemas de trabalho
Parágrafo 5º: O BANCO ajustará o novo sistema e ajustará as falhas de que anulam solicitações de pausas na CRBB e SAC.

Parágrafo 6º: Na CRBB e no SAC os sistemas serão modificados com o objetivo de reduzir a repetição de digitação e as redundâncias que podem ser geradoras de LER/DORT.

Parágrafo 7º: Será disponibilizado tempo para os atendentes realizarem cursos e treinamentos visando sua capacitação, além de incluí-los como público alvo para a seleção de cursos de idiomas e bolsas de graduação e pós-graduação, com processo seletivo específico.

Parágrafo 8º: Serão excluídas as anotações na GDP por motivo de aderência, conformidade e TMA (tempo médio de atendimento), por ferir a Norma Regulamentadora NR17 – anexo 02.

Parágrafo 9º: Considerando a natureza do serviço, será criado VCP (Verba de Caráter Pessoal) de 12 (doze) meses para funcionários que saírem da CRBB por remoção como escriturário.

Parágrafo 10: Será efetuado o pagamento do valor do salário de atendente como substituto para o escriturário que é admitido na CRBB após as 4 semanas de curso, a partir do início do atendimento na operação.

Parágrafo 11: Priorização das concorrências para o atendente que exerce o Cargo de atendente e que completar 02 (dois) anos na função 7007 e prefixo 8474 e priorização das concorrências para o funcionário que exerce o Cargo de Analista da Ouvidoria que completar 03 (três) anos na função 7000 e prefixo 8474.

Parágrafo 12: Será feita a redução da quantidade de atendentes por gerentes e por analista, estabelecendo um teto de 10 (dez) atendentes por gerente/analista, aumentando as vagas destes cargos e promovendo a ascensão interna.

Parágrafo 13: O BANCO providenciará a contratação de psicólogo pelo SESMT, estando este disponível para atendimento aos atendentes da CABB/SAC.

Parágrafo 14: Será limitada a quantidade de perfis de atendimento a três perfis em ciclos de 01 (um) ano, onde estes perfis sofreriam alteração automática (rodízio), visando reduzir a memória de curto prazo dos atendentes.

Relacionados

Instagram Post Photo Collage Minimalist Neutral Moodboard Grid Design (61)
PLR: Alguns bancos já anunciaram data de pagamento
STF
STF veta demissão imotivada de empregados públicos
Instagram Post Photo Collage Minimalist Neutral Moodboard Grid Design (54)
Três chapas concorrem às Eleições Cassi 2024
ASSÉDIO232
Portal da CUT publica guia para prevenção de assédio moral
Novo Estatuto_Insta
Assembleia Geral para Adequação Estatutária