CAMPANHA SALARIAL DOS BANCÁRIOS 2022 – CALENDÁRIO

Publicado por:Rogerio Novaes

Mobilização é palavra de ordem da categoria. Nos bancos, nas ruas, nas redes e nas urnas é hora de combater retrocessos!

A Campanha Nacional deste ano terá suas atividades antecipadas, a decisão informada pelo Comando Nacional dos Bancários, visa garantir tempo hábil de negociação para que até o dia 1º de setembro a nova Convenção Coletiva de Trabalho esteja finalizada, quando a atual perde a validade. A reforma trabalhista de Temer acabou com a ultratividade e, se não for renovada a CCT até a data, a categoria poderá perder os direitos e os benefícios fundamentais já conquistados.

Ficou decidido também que a Conferência ocorrerá de forma híbrida, com participação presencial ainda a ser definida. No próximo encontro do Comando Nacional serão definidos ainda os eixos da campanha e os caminhos de mobilização da categoria que terá grande relevância por se tratar de um ano de definições para o país, com a eleição presidencial.

Cortes de pessoal, fechamento de agências, sobrecarga de trabalho, cobrança abusiva de metas, ameaças de privatização aos bancos públicos, inflação nas alturas, salário  mínimo sem poder de compra, enquanto a sociedade paga mais caro por serviços, enquanto os bancos lucram bilhões. Frente a esse cenário em que bancárias e bancários irão para a mesa de negociação com os banqueiros, o único caminho é a organização e mobilização junto ao sindicato.

Emprego e Melhores Condições de Trabalho

Garantir o emprego e melhores condições de trabalho são os grandes desafios da campanha deste ano. Mesmo antes da pandemia os bancos já vinham demitindo, e alguns, cruelmente, dão segmento a esse processo mesmo com essa crise.

Assim, como os bancos, precisamos apropriar da tecnologia para fortalecer a mobilização, através das redes sociais e chegar aos bons resultados, outro grande desafio desta campanha será a garantir condições de trabalhos adequadas com controle de jornada e ajuda de custos para os bancários em teletrabalho no pós pandemia, o Home Office é lucrativo para os bancos e aprovado por muitos bancários mas sem regulamentação pode resultar em danos ao trabalhador.

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Relacionados

NEGOCIAÇÃO ARTES (7)
Foi alterado o Tema da próxima mesa com Fenaban para Ig...
ASSEMBLEIA EXTRAORDINÁRIA ESPECÍFICA (Post para Instagram)
Dia 07/07 tem assembleia dos bancários do Safra
Assédio Moral
Sindicatos convocam Dia Nacional de Luta contra o asséd...
DaniellaMarques
A SUCESSORA
NEGOCIAÇÃO ARTES (5)
Sindicato pede afastamento de Pedro Guimarães