Com extensão de horário e sobrecarga de trabalho Santander lucra R$ 12,5 bi em nove meses

Publicado por:Rogerio Novaes

Mesmo com país em frangalhos, banco espanhol lucra nas costas dos brasileiros; lucro no Brasil representa 1/3 do obtido pelo banco em todo o mundo

O banco Santander obteve lucro líquido gerencial de R$ 12,467 bilhões nos nove primeiros meses de 2021, crescimento de 29,4% em relação ao mesmo período de 2020 e de 4,1% no trimestre, e uma rentabilidade (retorno sobre o Patrimônio Líquido Médio Anualizado – ROE) de 22,4%, alta de 1,4 ponto percentual (p.p.) em doze meses. De julho a setembro deste ano, o lucro líquido do banco no país atingiu R$ 4.340 bilhões, 27,6% do lucro global, que foi de € 6.379 bilhões, alta de 87% em doze meses e 25% no trimestre.

O Brasil encontra-se em frangalhos por conta da pandemia e com dificuldades para alavancar a economia, mesmo assim, o Santander segue forte e continua assuntando os funcionários com metas abusivas e cobranças absurdas.

Extensão de horário e sobrecarga de trabalho

Em plena pandemia, o Santander foi o primeiro a retomar o funcionamento das agências em horário normal. O resultado é a concentração de usuários de serviços bancários após às 14h no Santander, uma vez que os demais bancos encerram o expediente às 14h. Isso tem ocasionado filas enormes, com aglomerações de clientes e sobrecarga de trabalho aos funcionários.

O cliente paga a conta

Em um ano, o Santander fechou 139 agências e 35 postos de atendimento bancário (PABs), o que gera economia com a manutenção de sua estrutura. Mas, mesmo assim, a receita com prestação de serviços tem aumentado. Em 12 meses, a renda obtida com tarifas bancárias cresceu 7,9%, totalizando R$ 14,4 bilhões, o que é suficiente para que o banco cubra mais do que dobro de todas as despesas que tem com seus funcionários.

Em setembro de 2021, as receitas com tarifas seriam suficientes para pagar todas as despesas com os funcionários e ainda sobraria 113,14% do valor. E esta é uma arrecadação ínfima obtida pelo banco se comparada a que ele obtém com as demais transações financeiras.

Carteira de Crédito

Por exemplo, a Carteira de Crédito Ampliada do Santander no país, que teve alta de 13,1% em doze meses e de 3,2% no trimestre, atingiu R$ 526,5 bilhões (desconsiderando-se o efeito da variação cambial). As operações com pessoas físicas cresceram 21,3% em doze meses, chegando a R$ 200,2 bilhões, com crescimento em todas as linhas e impulsionadas, especialmente, pelo crédito imobiliário (+26,1%), por Leasing / Veículos (+25%) e por crédito pessoal / outros (+24,9%). Com a Carteira de Financiamento ao Consumo, originada fora da rede de agências, o banco somou R$ 63,3 bilhões, com alta de 9,1% em relação a setembro de 2020. Do total desta carteira, R$ 57,2 bilhões, ou 90,4%, referem-se aos financiamentos de veículos para pessoa física, apresentando aumento de 7,9% em doze meses. O crédito para pessoa jurídica cresceu 7,2% em doze meses, alcançando R$ 186,8 bilhões. O segmento de pequenas e médias empresas cresceu 17,3% no período e o de grandes empresas, 2,8%.

O Índice de Inadimplência Total superior a 90 dias, incluindo Pessoa Física e Pessoa Jurídica, ficou em 2,4%, com alta de 0,3 p.p. em comparação aos nove primeiros meses de 2020. Já as despesas com provisões para créditos de liquidação duvidosa (PDD) foram reduzidas em 15,3%, totalizando R$ 11,4 bilhões.

Veja abaixo a tabela resumo do lucro Santander ou, se preferir, leia a íntegra da análise do balanço do Santander nos noves meses de 2021, ambas elaboradas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Relacionados

NEGOCIAÇÃO ARTES (7)
Foi alterado o Tema da próxima mesa com Fenaban para Ig...
Assédio Moral
Sindicatos convocam Dia Nacional de Luta contra o asséd...
CARDS-FEEB-11
Bancários querem mais contratações, fim das demissões e...
NEGOCIAÇÃO ARTES (4)
Levantamento aponta redução de postos de trabalho bancário
NEGOCIAÇÃO ARTES (2)
Trabalho bancário nos fins de semana será tema de audiê...