Santander: Sindicato realiza protesto contra terceirização

Publicado por:Rogerio Novaes

Dirigentes Sindicais e funcionários protestaram, nesta sexta-feira (07),  contra a nova onda de terceirizações anunciada pelo banco. O Dia Nacional de Luta contra a Terceirização aconteceu em todo o país.

Em Ribeirão Preto os dirigentes sindicais percorreram todas as agências da cidade para protestar e esclarecer os funcionários, através de uma Carta Aberta sobre a decisão egoísta e sem qualquer diálogo com o sindicato, em implementar mais terceirizações. Na segunda-feira 3, os cerca de 1,7 mil funcionários da área de manufatura passaram a ser transferidos para outra empresa do grupo Santander, chamada “SX Tools”.

Os empregados do setor estão lotados em sua maioria no Radar, e agora estão sendo transferidos para o Conexão, onde vão prestar serviços para “SX Tools”.

Assembleia para rejeitar mudanças

Serão realizadas assembleias, em âmbito nacional. Os trabalhadores devem participar e rejeitar todas as mudanças promovidas pelo Santander. A Assembleia Extraordinária Específica dos funcionários, da base territorial do Sindicato dos Bancários de Ribeirão Preto e Região está marcada para dia 11 de outubro, terça-feira de forma remota/virtual. (O link será disponibilizado no período da votação)

(Veja Edital Abaixo).

Desde o fim do ano passado o banco vem transferindo trabalhadores para outras empresas, como STI, SX, Santander Corretora, F1RST, Prospera e, agora, SX Tools. Cada uma vinculada a um sindicato diferente.

Com o discurso de modernização e foco no cliente, o Santander está destruindo direitos e a organização dos trabalhadores e aprofundando o processo de terceirização no banco. Desde o fim do ano passado o banco vem transferindo trabalhadores para outras empresas, como STI, SX, Santander Corretora, F1RST, Prospera e, na última segunda-feira (3), cerca de 1,7 mil funcionários da área de manufatura passaram a ser transferidos para outra empresa do grupo Santander, chamada “SX Tools”.

A notícia pegou a todos de surpresa – até poucos dias atrás o banco informava apenas uma transferência de local físico da área. A mudança anunciada nesta sexta-feira 30 poderá atingir o contrato de trabalho, a representação sindical e os direitos da convenção coletiva de trabalho da categoria bancária.

“Um processo de diálogo e de negociação permanente pressupõe transparência e credibilidade. A direção do Santander não tomou a decisão de terceirizar centenas de funcionários, e muito menos formulou essa mudança de um dia para o outro”, observou a coordenadora da Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Santander, Lucimara Malaquias. “Essa alteração em um período tão curto, informando os trabalhadores na última hora e sem negociação prévia, sinaliza que o banco não respeita o processo negocial coletivo, não está aberto ao diálogo e tampouco respeita os trabalhadores que serão submetidos a alterações profundas nos seus contratos de trabalho, podendo resultar em perdas significativas de salário e de direitos”, completou.

Clima de circo

Em reunião realizada pela manhã, os representantes do banco apresentaram as novas condições aos bancários de forma efusiva e sensacionalista, em uma tentativa de fazer os trabalhadores se posicionar favoravelmente e induzi-los a acreditar que as mudanças serão benéficas.

“O tom da apresentação da mudança foi vergonhoso, em uma tentativa de convencer os trabalhadores a acharem incrível que, a partir de segunda-feira, perderão os direitos e conquistas garantidos pela Convenção Coletiva de Trabalho de uma das categorias mais organizadas do país. Ou seja, perder direito no Santander virou festa, porque, com isso, o banco reduzirá custos e aumentará seus lucros. Os trabalhadores que nos procuraram disseram que se sentem enganados e traídos pelo banco”, destacou Lucimara.

Fonte: Contraf-CUT, com informações do Seeb/SP

 

Relacionados

Instagram Post Photo Collage Minimalist Neutral Moodboard Grid Design (84)
PLR na conta: como fica o imposto de renda
Instagram Post Photo Collage Minimalist Neutral Moodboard Grid Design (76)
Sindicato abre o Processo Eleitoral 2024
Instagram Post Photo Collage Minimalist Neutral Moodboard Grid Design (66)
SantanderPrevi: alteração de perfil de investimento pode s...
Instagram Post Photo Collage Minimalist Neutral Moodboard Grid Design (65)
Santander anuncia avanços em reunião com representantes do...
Instagram Post Photo Collage Minimalist Neutral Moodboard Grid Design (61)
PLR: Alguns bancos já anunciaram data de pagamento