Projeto ameaça direito de greve dos bancários

Publicado por:Rogerio Novaes

Sindicato orienta que bancárias e bancários acessem a enquete da Câmara sobre o PL digam que “Discordam Totalmente do Projeto”.

O Projeto de Lei (PL) 817/2022, que ameaça o direito de greve da categoria bancária, ao alterar a Lei 7.783 de 1989 (Lei da Greve) e define os meios eletrônicos de pagamentos e transferências bancárias como serviço essencial, estava na pauta de votação de quarta-feira (7), na Comissão do Trabalho, Administração e Serviço Público (CTASP) da Câmara dos Deputados, mas foi retirado após pressão da representação sindical da categoria.

O projeto do Kim Kataguiri (União/SP), em si, é pernicioso. Com o acolhimento, pelo relator, de uma emenda do deputado Eli Corrêa Filho (União/SP), fica ainda pior e praticamente anula o direito de greve da categoria bancária, prejudicando a correlação de forças nas mesas de negociações com os bancos.

O trabalho articulado com deputados comprometidos com a classe trabalhadora conseguiu retirar o projeto da pauta de votação momentaneamente com muita luta.  representantes dos trabalhadores entendem que agora, é necessário que a categoria ajude a pressionar os deputados para que este projeto seja definitivamente engavetado.

O Sindicato orienta que bancárias e bancários acessem a enquete da Câmara sobre o PL digam que discordam totalmente do projeto.

Relacionados

Instagram Post Photo Collage Minimalist Neutral Moodboard Grid Design - 2024-05-17T102134.047
Caixa e Funcef projetam reduzir equacionamento em 8,91%, r...
Lucro_Trimestre
Lucro da Caixa cresceu 49% no 1º trimestre de 2024
Instagram Post Photo Collage Minimalist Neutral Moodboard Grid Design (2)
Bancários se preparam para Conferência Nacional da categor...
Instagram Post Photo Collage Minimalist Neutral Moodboard Grid Design - 2024-05-14T092141.198
Aposentados oriundos da Nossa Caixa conquistam decisão fav...
Instagram Post Photo Collage Minimalist Neutral Moodboard Grid Design - 2024-05-09T113417.395
Federação e Sindicato orientam aprovação do relatório da C...